7 de nov de 2013

SPFW - Outono Inverno 2014

Hey, guys! Enfim, voltei com os posts sobre a SPFW, que assisti com as blogueiras do Black Beats! Para começar, um dos meus dias favoritos foi o desfile do Fause Haten, que aconteceu na Avenida Paulista no dia 29 de Outubro. Eu precisava começar falando sobre este, pois foi, sem dúvidas, a apresentação mais divertida deste Fashion Week. Antes do desfile, fomos convidadas para conhecer de perto a sua criação na FAAP. Ele montou uma "fábrica" para explicar sua criação aos convidados e lá estavam costureiras dando vida aos desenhos e ele (o próprio estilista) dando retoques nas peças e analisando meticulosamente as modelos. Ainda não se fazia ideia do que viria pela frente, pois o local do desfile só foi informado uma hora antes de seu início.

Untitled-2

No dia do desfile, as nove horas da manhã, todos os convidados recebemos através de uma mensagem no celular o local do desfile (que ainda não havia sido revelado). Tínhamos apenas uma hora para chegar, então corremos para a Paulista e já, pelo meio das pessoas comuns, era possível ver as modelos que pareciam bonecas coloridas, se destacando pela multidão. Assim o desfile começou... da platéia para o palco, da rua para a passarela, que era a própria calçada, o ponto de passeio que se tornou ponto de encontro e surpresa para transeuntes.

207138_359175_geral__2__FC77629 copy

Diferente de tudo o que rolou nas salas especiais do Villa Lobos, a apresentação de Fause faz parte do Manifesto ENTRADA FRANCA criado pelo estilista para esta 37ª edição da SPFW. Enquanto a maioria dos outros estilistas fazem o maior mistério e suspense em relação à coleção que irão desfilar, ele expôs ao publico não só as roupas prontas, mas também todo o processo de criação das roupas antes de chegarem às passarelas.

FHH (15)fause

Fause foi ousado, muito ousado. E como todo e qualquer cara que se destaca, que sai como vanguardista, que ousa de forma artística, foi criticado. Mas como eu adoro gente que sai do quadrado, pensa diferente e se arrisca, eu aplaudi de sorrisão aberto pela criação, pela proposta nas ruas, pelo manifesto e pela ousadia em cores para o outono inverno. Com certeza foi o desfile mais inusitado, pois, na minha opinião, democratizar a passarela já é um grande passo para a informação de moda mais acessível.

ga


"Hoje decreto minha independência! Minhas coleções não mais seguirão a nomenclatura de verão e inverno, ou coisa parecida. A partir de agora são datadas pelo momento de sua apresentação, do seu nascimento para o mundo. Minha loja passou a se chamar: O REINO DOS VESTIDOS FLUTUANTES. Esse é um espaço de consumo e de sonho. Está a serviço da individualidade e não pretende convencer ninguém de nada, apenas oferece recursos para a expressão pessoal." - Disse Fause Haten, sobre o espetáculo colorido que foi as ruas em forma de arte, moda, dança, música, encanto e protesto.


look
FHH (17)

No mesmo dia, só que pela noite, fomos ao desfile da Cavalera, que viajou pro mundo árabe com toque soturno pra fazer o seu megashow de outono-inverno 2014. No espaço externo do Parque Villa Lobos, Luiz Carlini introduziu o evento com um solo de guitarra. Logo, música ao vivo, dança do ventre e até uma improvisação: Letícia Spiller, que estava na fila A, levantou e fechou o desfile dançando junto com modelos e dançarinos (#vergonhalheia).

Untitled-2
 Luiz Carlini introduziu o evento com um solo de guitarra.
CAVALERA INVERNO 2014

Quanto às roupas, não é nada difícil dizer que eu usaria todas. Das burcas femininas aos sapatos masculinos, eu desejei todas as peças. Com streetwears sofisticados, bastante seda, metais enfeitados, moedas com o símbolo da marca, até o  jeans tomou banho de oriente com lavagem e jato que o deixam com aspecto de “gasto no deserto”. 

CAVALERA INVERNO 2014
CAVALERA INVERNO 2014

A modelagem segue justa embaixo na maior parte do tempo, mas ganha um “esvoaçar” nos tops. Mais pro fim, um trabalho de ateliê aparece: tiras de georgette desfiadas e pregadas uma a uma, dando mais gás pro toquepunk da coleção. Também se destaca pela sofisticação a família do xadrez escurecido com guipure e transparência, que ficaria ainda mais forte se o desfile fosse menos extenso. Quem importa, de qualquer forma, não se importou: a plateia ferveu e bateu palma no ritmo dos tambores! (Jorge Wakabara)
CAVALERA INVERNO 2014
Oh, lord! No words...CAVALERA INVERNO 2014

A Cavalera fechou a noite com uma festa árabe, com direito a show ao vivo e dançarinas do ventre. O desfile aconteceu no anfiteatro do parque Villa-Lobos, em meio a um vento gelado, mas que não desanimou a plateia. A festa árabe foi contagiante e saímos super animadas do parque, ansiando pelo próximo dia de desfile, que eu vou contar tudinho pra vocês amanhã. Espero que tenham gostado e voltem logo pra saber sobre minha primeira experiência no SPFW! 

10709585803_36cd69b5e9_o copy
Eu e Liz Albuquerque do RedLilshoes no desfile da Cavalera 

Beijos, beijos!! ♥ 


Agradecimentos / Fotografia / Informações:
- Na Mídia
- Black Beats Fashion
- PRESSPASS

3 comentários:

  1. (..)" e até uma improvisação: Letícia Spiller, que estava na fila A, levantou e fechou o desfile dançando junto com modelos e dançarinos (#vergonhalheia)." agregou valor. Adoreeeeei kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Amei tudo, simplesmente perfeito!

    ResponderExcluir
  3. Seu look ficou demais!

    http://my-little-candy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir