9 de nov de 2013

SPFW & Black Beats: Amapô

28spfwamapoflorekos


No dia 1 de novembro de 2013, a Amapô, sob direção criativa de Carô Gold e Pitty Taliani, desfilou sua coleção inspirada no universo sertanejo e interior caipira. Com foco nos materiais trabalhados em couro e jeans, ela me fez vibrar com suas lindas opções de jaquetas e calças ao estilo setentinha.


desfile-amapo-spfw


A trilha sonora, por mais bobo que pareça, me fez refletir:  “De que me adianta viver na cidade / Se a felicidade não me acompanhar / Adeus, paulistinha do meu coração / Lá pro meu sertão eu quero voltar”… -Porque mesmo adorando todas as possibilidades de São Paulo, toda aquela agitação as vezes me deixava morrendo de vontade de voltar pra minha calmaria acreana. Cidade grande não é fácil. São Paulo tem seus encantos, tem seu lado incrível, mas também tem o esmagador, que ninguém te conta...


desfile-amapo-spfw-inv2014 jeans


Uma das melhores coleções da marca nos últimos anos, também teve uma certa repercussão negativa por conta do uso de peles. Eu não sou a favor do uso de peles, mas no caso da Amapô, além de couro fake, li uma nota esclarecedora ao fim do desfile que explicava sobre o uso das peles bovinas, que fazem referência direta ao homem do campo, inspiração literal da coleção. Então achei a maioria das peças usáveis, apesar de não conhecer no Brasil lugar algum que faça um frio digno de uma jaqueta de couro e pele... Ou seja: pro Acre algumas peças não fazem sentido, outras cabem muito na vida da gente, #obrg!


desfile-amapo-spfw-inv2l



As brincadeiras com cores sobre o couro preto me deixaram bem surpresa, ao assistir o desfile de um ângulo que se não acompanhasse as modelos, olharia direto para Lilian Pacci e Gloria Kalil, que estariam sentadas lado a lado, não fosse o assistente da Lilian, que estava anotando tudo sobre o desfile de forma frenética. Achei legal ver o jeans com jeans (tendência sempre) e principalmente, amei os cortes das calças jeans masculinas e femininas com referência nos anos 70, valorizando muito a cintura. Com inspiração mas sem muita piração, as roupas da Amapô podem sair direto da passarela para serem vendidas nas lojas. Volumes, pantalonas, barriga de fora de forma discreta e capas pontuaram o desfile e podem desfilar pelas ruas tranquilamente. 

1441204_710528038975580_1789943606_n

Agradecimentos / Fotografia / Informações:
- SPFW Oficial
- Na Mídia
- PRESSPASS

Um comentário:

  1. Bem, o lado ruim de se morar em estados onde não há nada relativo à moda, é que eu nunca vi um desfile na minha vida, mas espero que isso mude ano que vem! Em relação ao uso do couro, eu não vejo problemas. Bem, respeito a opinião de quem não concorda com essa ideia, cada um tem seus ideais.

    http://my-little-candy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir