14 de fev de 2013

Dicas de estilo

Muito se fala sobre estilo, sobre identidade visual e o quanto é interessante estar na moda – ou seguir a moda. Eu sempre recebo muitos e-mails com dúvidas sobre vestimenta e estilo pessoal. Acontece que nem sempre consigo responder a todos e além do mais, falar sobre o jeito que cada um deve se vestir é um pouco complicado (antes de dar qualquer dica, eu preciso conhecer o estilo de vida e biótipo dessas pessoas).

Já fazia tempo que eu queria fazer um post sobre isso, mas o ultimo e-mail que recebi com dúvidas sobre "vestir bem" me deu o impulso que eu precisava. A facilidade de informação de moda e a democratização das peças nos ultimos tempos teve um grande lado positivo (com certeza), mas com tanta gente usando a moda, como conseguir ser diferente ou como adequar o guarda-roupas ao que tá rolando por aí?

São recorrentes as afirmativas de pessoas dizendo que querem ter um estilo próprio... então para começar, posso afirmar que todo mundo possui um estilo. Porém nem sempre este estilo é bem definido, apesar de ser ele construído a partir das vivências, gostos, ideias e desejos de cada um. Sim! Somos o que gostamos, o que sonhamos, mas nem sempre conseguimos construir com coerência uma ideia final para tantas impressões. 

É verdade que a moda pode não ser tão simples quanto parece. Mas ter estilo próprio é bem mais do que usar o que está na moda na estação atual. Vestir-se é prática diária que precisa sim, ser prazerosa, para que comecemos bem o dia. Concordam? Então aqui vão algumas dicas:


Faça uma análise pessoal: Liste as coisas que você mais gosta, o que mais te inspira, o que você tem coragem de usar e aquilo que você tem vontade de usar. Após esta análise, você vai entender um pouco mais sobre a sua identidade visual. Procure descobrir as características do seu biótipo e procure uma cartela de cores que mais valorize a sua cor de pele.

mural


Listas e murais de inspiração são sempre uma saída para quem quer se reorganizar, para quem quer se descobrir e se vestir de uma forma que já deu certo em alguém. Assim você não vai revirar o guarda-roupa atrás de algo que não existe e pode usar as imagens não como modelos a serem seguidos a risca, mas como inspiração


look

O que importa não é ter todas as tendências, os hits da temporada, os must have da estação. Todas essas palavras camuflam o poder da indústria e nos afastam da essência de nossa identidade. O que importa é ter os seus clássicos, as suas peças prediletas e, em um guarda-roupa leve e bem organizado, encontrar um pouco de tudo o que você precisa para o seu dia-a-dia e para a sua rotina. 
STYLE Yourself Book

Para quem gosta de moda, é essencial estudar e procurar saber mais sobre o assunto, para que não haja dúvidas na hora de montar um look. Um livro legal para se ter é o Style Yourself, que fala sobre "o estilo das blogueiras mais conhecidas e estilosas da internet". Lançado em 2011 pela editora Owwn, ele dá dicas de estilo de 95 blogueiras, onde eu tive o prazer de estar entre Kelly Framel, Karla DerasCarolina Engman, e Jane Aldridge. *-* 

O livro tem muitas fotos que servem de inspiração, além de várias páginas mostrando todos os tipos de bolsas, sapatos e dicas das bloggers sobre como eleger as melhores tendências e ideias de como usá-las. À venda na Amazon, nesse link aqui ou na livraria saraiva (clica aqui)!

Inspiração

Revistas também são ótimas fontes de inspiração. Elas listam tendências, nos deixam babando com os editoriais e nos permitem estar mais perto de personalidades que abrem um pouco de sua vida nas entrevistas. As minhas favoritas tem sido a RG e a Harpers Bazaar. Depois que comecei a recebê-las mensalmente, não me dou ao trabalho de comprar mais nenhuma outra, pois a Bazaar é completa e suuuper inspiradora (confere!).


look

Mesmo querendo sempre perder um quilo aqui e outro ali, a gente precisa gostar do nosso corpo. Eu acredito que isso transparece muito na hora de escolher as peças e montar o look, pois quando a gente se sente bem com o nosso próprio corpo, tudo flui de uma maneira diferente. Eu, por exemplo, engordei bastante nos últimos meses e já não entro em algumas roupas. Claro que isso reflete nas minhas fotos e em como eu fico tímida na frente dos fotógrafos. O segredo é se sentir bem ao olhar para o espelho. Tudo faz mais sentido quando aquilo que você tá usando te faz feliz. Prova disso são as garotas plus size, que tem feito o maior sucesso pelo mundo todo. 

Gostou? Então deixa a tua opinião! ;*

xxxx

9 comentários:

  1. Olá Clara

    Ótimo post, gostei muito.
    Uma ótima 5º feira para vc...

    AMIGA da MODA by Kinha

    ResponderExcluir
  2. Adorei as dicas! Uma coisa que eu costumo muito fazer, é na hora de comprar uma blusa, ou sapato, qualquer coisa, pensar no que eu tenho em casa e pra compor o look. Por exemplo, se vou comprar uma camisa de chiffon com bolinhas preta e branca, eu penso que tenho um short preto que ficaria bacana, uma jaqueta de couro vermelha e um sapato de salto preto com spikes dourados. Aí eu compro a blusa.

    Se eu estiver querendo comprar algo que acho que não tenho nada para combinar, eu levo outra peça.

    ♥ Blog Cerejas no Topo:
    http://www.cerejasnotopo.com

    ResponderExcluir
  3. Amei amei amei!
    obrigada pelas dicas estou amando seu blog! ♥

    ResponderExcluir
  4. esse post ficou otimo!!!adorei...
    http://www.cecilia-reis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. queria muito esse livro! q legal q vc esta nele!! :)
    parabens!

    ResponderExcluir
  6. Estou vivendo um pouco disso, sem saber o que vestir! Tenho 20 anos e quero me vestir mais mulher, mas também adoro o estilo menina moleca com tenis e camisa folgada. Estou nessa, tento então misturar os dois estilos.

    ResponderExcluir
  7. Então estou vivendo um pouco disso. Tenho 20 anos e quero me sentir mais mulher, mas também adoro o estilo menina moleca com tenis e tal. tento misturar os dois mas não me sinto bem com esse estilo.

    ResponderExcluir
  8. Adorei as dicas em si e os conselhos também. Fico feliz - e não sou a única - por você ter feito este post. A cima de tudo, morro de medo de usar peças de roupas que "fogem" do meu "padrão" (mesmo eu sabendo que o meu padrão não é o meu estilo), e por isso também me sinto insegura na hora de inovar. Tentarei o máximo de hoje em diante. Beijos ;)

    ResponderExcluir