8 de mar de 2017

Look: Terninho e jeans Rasgado / Dia das Mulheres

Hoje é o dia Internacional da Mulher e eu me senti na obrigação de escrever qualquer coisa que fosse mais do que feliz dia. As palavras parecem limitadas para exprimir a importância histórica desta data, pois precisaríamos de livros para que se fosse compreensível *Vídeo indicado: Leandro Karnal, sobre a figura feminina na sociedade.* Infelizmente, o que vemos há anos é a comercialização do dia 08 de Março, que limita a uma festividade, entre aspas, lembrando-nos de comprar presentes, flores, felicitar pelo dia do "já estou quase pronta" e outras frases típicas que usamos como estereótipos da futilidade feminina.

Porém, o que eu gostaria neste dia é que mais pessoas se pusessem a ler sobre o que levou a comemoração desta data, o que nos trouxe até aqui, com a possibilidade de nos expressar, de sair sem um homem à rua, de optar por ter ou não filhos e enfim, de sermos independentes, ainda que durante a vida inteira sejamos psicologicamente massacradas por uma cultura machista impregnada incrivelmente até em mulheres!!



Eu adoraria homenagear minha mãe e todas as mães que foram a imagem da pessoa que trabalha em escritório, que trabalham muito, que não têm tempo para consumismo, que não têm tempo de ir ao salão de beleza pois têm reuniões que atravessam o dia até durante os sábados, que não têm inclusive muito tempo para ler seus livros favoritos, mas arranjam sempre alguns minutos para nos ajudar no dever de casa, cuidar de uma febre e fazer um café da manhã apressado parecer o melhor momento do dia.

Vi muitas frases de felicitações as mulheres hoje com a palavra "Guerreiras" no meio, e de fato, por mais clichê que tenha se tornado, é assim que nos vemos. Em um mundo onde homens declaram e lutam guerras físicas, nós mulheres enfrentamos guerras diariamente contra preconceito, misoginia, violência doméstica, bolinação, estupros, cantadas em público, exposição de nossas imagens pela internet, entre muitas outras dificuldades que sendo homem, não se pode imaginar.

Acho que muitas vezes quando começo a falar sobre essas coisas, me torno a pessoa chata que só fala sobre esse "mimimi" de feminismo -meu namorado que o diga!-. Aliás, é natural que quando uma mulher tenha opinião, as pessoas voltem à ideia retrógrada de que mulheres são melhores quando caladas. É uma pena que muitas vezes aceitemos ser chamadas de chatas quando as frases são longas e o pensamento complexo. Uma pena que muitas nos calemos por medo de sermos substituídas por uma mais bonita ou mais passiva. É uma pena que não pensemos mais vezes sobre o por quê de o termo "chata" nos assustar tanto. Eu, acima de tudo, assumo -pois sou informada copiosamente desde a infância deste meu adjetivo: sou chata, sim, porque penso!

Que o dia das mulheres nos renda mais do que flores: Florescimento da consciência e afloração de debates. Feliz dia! :* 



Fotos: Pierre Van Mayer

Blazer: Shein / Bolsa: Bulaggi / Calça: Modatoi


3 comentários:

  1. "Enquanto ainda for preciso um dia da mulher, este será um dia de luta"

    ResponderExcluir
  2. great shoes

    big love,
    Mrs. Aa
    www.bymrsaa.com

    ResponderExcluir
  3. She was looking gorgeous in this type of costume.
    Visit Here:lulus coupon
    and You can get lots information about discount. amuse society X matisse last call blush leather ankle booties

    ResponderExcluir