17 de dez de 2016

Revisitando os anos 20

Adoro revisitar outras épocas. Vestir peças menos urbanas é sempre um ato de diversão para mim. Parece que eu me fantasio e passo a viver aquele personagem. Talvez por isso, de pessoa tímida, eu tenha facilmente me tornado adepta de câmeras e dessa 'exposição' toda nas redes sociais. No look de hoje, relembrei a moda da década de 1920, quando as mulheres se libertaram dos espartilhos que marcaram a moda até o século XIX e de optaram pela silhueta tubular. Algumas delas, para entrar na moda, usavam tiras de pano nos seios para diminuí-los, deixando assim o vestido mais liso e libertando-se do modelo mulher-procriadora / mulher-objeto.

Nessa época as saias já mostram mais as pernas e o colo. Na maquiagem, a tendência era o batom forte, na cor carmim, sempre delineando a boca em forma de coração. Era imprescindível ter a pele bem branca, uma herança deixada pelo romantismo do século anterior, que prezava por mulheres anêmicas, com aspectos de fragilidade.

Dress: Sammydress


A década de 20 foi marcada por prosperidade e liberdade, animada pelo som das jazz-bands *que eu adoro* e pelo charme das melindrosas, como eram chamadas as moças mais "moderninhas" da época. Por ter sido um momento tão expressivo na moda e na arte (com o art dèco, cubismo, fauvismo, expressionismo, dadaísmo, modernismo brasileiro, etc) foram considerados como "os anos loucos" e não por acaso, a partir daí tudo mudou. Foi o nosso declínio para as artes clássicas e o nosso UP para a tecnologia, para a modernidade líquida e para a individualização de tudo.


Batom: DIVA da Mac

Fotos: Pierre Van Mayer

Vestido: Sammydress

Tiara: KeK Bijoux



Espero que tenham gostado de saber um pouco mais sobre a história da moda nos anos 20 e que tenham um ótimo fim de semana! :* Bisous

de Londres, com amor, 

Ana Clara Campelo



4 comentários: