28 de mai de 2015

Fotodepilação: Tire todas as suas dúvidas

Descobri os tratamentos definitos para pelos há alguns anos, quando um amigo que sofria com foliculite começou o tratamento na Não mais pelos. A foliculite é algo bem incômodo e nem todo mundo que tem sabe reconhecê-la. Se você não sabe o que é (às vezes até tem e acha que é espinha), ela forma um vermelhinho como um cravinho, encrava os pelos e arde, mancha e é um sofrimento. 

Eu nunca gostei muito da ideia de depilar as pernas, pois tinha medo de engrossar os pêlos (os meus da perna são fininhos) e a minha solução sempre foi apenas descolori-los. Então procurei a fotodepilação e montei um pacote para derrubar os maltidos pelinhos.

Estou fazendo o tratamento há alguns meses (já fiz alguns posts aqui e aqui) e como pesquisei bastante sobre o procedimento usado pela fotodepilação – reuni as principais dúvidas para este post. 



O que é a fotodepilação
A fotodepilação é a remoção dos pelos corporais através da energia da Luz Intensa Pulsada (LIP). É feita através de um equipamento que emite a Luz Intensa Pulsada que possui uma lâmpada flash de alta energia, ou seja, emite luz
Como a fotodepilação remove o pelo
A LIP destrói as células germinativas do pelo, de modo que ele só volte a nascer quando essas células se regenerarem – o que pode nunca mais acontecer ou acontecer em alguns meses ou anos. Nenhum método de depilação é definitivo, a fotodepilação é duradoura e requer retoques, pois, como os pelos são uma proteção do nosso organismo, muitos fatores podem influenciar no seu crescimento
Eficácia da fotodepilação
A energia luminosa da LIP é inespecífica, ou seja, não age apenas na melanina do pelo, como o Laser, mas também nos tecidos que ficam ao seu redor. Como resultado, a energia emitida não pode ser tão alta, o que destruiria os vasos ao redor. Com isso, a fotodepilação pode não destruir toda a estrutura da raiz do pelo, deixando intacta a região onde estão as células que produzem novos pelos.
Indicações da fotodepilação
A fotodepilação está indicada em casos de foliculite pilosa e para pelos indesejados em qualquer região do corpo. A pele ideal para a realização da fotodepilação é a pele clara com pelos escuros e grossos. No entanto, ela pode ser usada para qualquer fototipo (tonalidade da pele), isso porque é possível realizar uma graduação que se adapte ao fototipo do paciente, o que possibilita o tratamento das peles mais claras às mais escuras.
Contraindicações da fotodepilação
Gestantes, pessoas com vitiligo, pele bronzeada ou infecções ativas no local a ser tratado devem evitar a LIP, pois podem ocorrer hipo ou hipercromia, isto é, alterações da coloração da pele. Pessoas em uso de medicações que aumentem a fotossensibilidade, como alguns antibióticos e antiacneicos, também devem evitar o tratamento com Luz Intensa Pulsada.
Áreas do corpo que podem ser submetidas à fotodepilação
Peito, Axilas, Glúteos, Barba, Nuca, Lombar, Pernas, Ombro, Maçãs do rosto, Aréola mamária, Pescoço, Abdômen, Pés, Mãos, Lábio superior (Buço),Perianal, Orelhas, Queixo, Braços, Virilha, Dorsa
Dor durante a fotodepilação
A luz pulsada é muito bem tolerada pela maioria dos pacientes, que chegam a considerar o procedimento indolor. Ela atinge o bulbo do pelo, não ultrapassando muito esse limite e, por isso, os pacientes podem sentir uma leve fisgada, mas não dor propriamente dita
Cuidados antes da fotodepilação
A pele não pode estar bronzeada, o pelo não pode ter sido retirado pela raiz (com cera ou pinça) no último mês, não pode haver vermelhidão, machucados ou focos de acne ativa e deve-se interromper o tratamento com ácidos pelo menos 72 horas antes.
Cuidados após a fotodepilação
Não se expor ao sol diretamente sem proteção solar, principalmente, se houver vermelhidão na área tratada. Usar protetor solar com fator de proteção mínimo de 30.
Número de sessões de fotodepilação necessárias
São necessárias cerca de seis sessões de fotodepilação para que haja uma redução significativa dos pelos, no entanto já é possível ver os resultados três semanas após a primeira sessão. Recomenda-se um intervalo de aproximadamente um mês entre uma sessão e outra. O tempo de retoque para o procedimento varia entre quatro meses até dois anos após a última sessão.
E aí, gostaram?
Marque sua avaliação gratuita na Não mais pêlo e você vai adorar!
Super beijo e até a próxima!
Aqui em Rio Branco, a Não+Pêlo fica na Rua Quintino Bocaiúva, 1108, Ed. Luzanira Santiago, Térreo - Bairro José Algusto. Telefone: 068 3227-4242

Nenhum comentário:

Postar um comentário