26 de mai de 2011

Onde estará a sensibilidade?


Acreanos queridos do meu coração... Algum de vocês poderia ajudar a entender onde foi parar a sensibilidade? Vocês bem conhecem aquela esquina próxima ao supermercado Araújo do aviário, e se perceberam, como eu, que esta arte que lhes rememoro agora, do grande Tiago Tosh (sobre o qual já falei aqui) foi coberta com tinha verde, expliquem-me se puderem, porque estou em estado de choque - e acho que não vai passar...

Arte de Tiago Tosh

Cadê essa arte que hoje virou tinta verde?


3 comentários:

  1. obrigado mais uma vez Clara pela força...realmente mta falta de sensibilidade, foi o que eu disse a dona do restaurante, que me viu pintando e esperou eu terminar para apagar...vlw ai maninha!!!
    classe_D graffiti resistência!!
    caminhos abertos...

    ResponderExcluir