25 de jun de 2010

who said that brown is the color of the moment?


A moda é efemera e subjetiva. Eu poderia poupar tempo e opnião tentando segui-la a risca. Mas prefiro vê-la como uma máquina espiralizante que vive de aspirações. Sua complexidade harmônica é movida por relevâncias momentâneas.
Não acho que posso fazer moda, mas ter um estilo que vez ou outra pode absorver as propostas do mercado desta. Assim é a arquitetura, assim é a literatura, assim é tudo o que requer inspiração e merece contemplação pela essência...

Eu tenho estado um pouco ejoada de ver como "a moda está na moda". Me encomoda como parece fútil tudo o que a ela está ligada. Mas não posso pensar muito sobre isso, pois meu tempo aqui é curto. Preciso voltar ao meu desenho de projeto III.
Bom fim de semana e obrigada aos visitantes e a @Andrea Zilio que me entrevistou na quinta passada, em um bate papo ao vivo para a rádio Aldeia FM.
Beijos. I see you!


smooking and paintingBenny and the colors!escolhendo cores
vai um solzinho?



My days have been exhausting, but full of inspiration.So many colors and shapes that I used to do my work and aspirations.So for lack of time have not posted latelyBut soon I'll be reviving!
dia de oficina :]TGA + CHOCOLATE!



17 de jun de 2010

O meu Conceito em Arquitetura: Texturas


Na semana passada, de dia 7 a 11 de Junho, houve no bloco do curso de Arquitetura e Urbanismo, palestras e exposição de projetos dos alunos, durante o evento anual que nós, alunos, apelidamos de SEMANAU. A IV Semana de Arquitetura e Urbanismo Uninorte levou nesse ano de 2010 o tema "Conceito em Arquitetura" e trouxe profissionais do ramo para palestras e bate papo com os alunos. Houve também uma festa de encerramento que foi realizada na sexta, dia 11, no restaurante PIOLA, onde os alunos expuseram trabalhos realizados em uma oficina de reciclagem que também rolou durante a semana. Maior parte dos materiais utilizados foram adquiridos no CATAR, um projeto que viabiliza a venda de material reciclado em Rio Branco.

Eu estive no apoio da oficina durante alguns momentos, mas não participei de cada etapa por falta de tempo. Mas foi sem dúvidas muito inspirador participar dessa mostra de montagens tão criativas, e eu fiz questão de mostrar aqui como o lixo (trash!) conseguiu tomar uma forma belíssima nas mãos das pessoas certas.

Parti então desse conceito inspirador, na tentativa de fazer um relatório fotográfico sobre as diversas texturas que encontrei. Pois esse vem sendo o meu trabalho de pesquisa para o meu partido arquitetônico nesse semestre. A proposta de um edifício residencial/comercial destinados a estudantes universitários com um impacto visual agradável e leve ainda que vanguardista.

Eu costumo dizer que a textura nos transmite a sensação de transição para o plano 3D, e seja em projetos de moda, arquitetura, pintura ou mobília, sempre causa um certo impacto visual. Para quem não conhece o conceito, textura é uma superfície ou objeto que causa uma impressão visual ou táctil. Ou seja, nos permite a sensação de liso, rugoso, macio, ondulado, áspero, etc..
Abaixo, eu coloquei as fotos do relatório para estudos pessoais de onde posso estar trabalhando inspirações de materiais, cores e elementos de textura para a minha fachada ou volumentria.

Total Trashion
1. Essas foram algumas das produções dos alunos.

15 de jun de 2010

Comments in down down down!


Vocês sabem o que é olhar para uma coleção e lembrar imediatamente de uma pessoa? Sim, talvez no primeiro chute, aquele mais óbvio, vocês acertem em quem eu pensei. Definitivamente, cada cor, acessório, detalhe e corte me lembrou Renah em todo o desfile de verão 2010/2011 de Alexandre Herchcovitch. Lógico, estou a muitos quilômetros de distância da São Paulo Fashion Week, e mesmo não acompanhando arduamente os noticiários sobre o evento, acabei me deparando com o flickr do blog Oficina de Estilo, que me acabou com essas fotos maravilhosas.

Image  and video hosting by TinyPicImage and video hosting by  TinyPic
Image and video hosting by  TinyPicImage  and video hosting by TinyPic
Image  and video hosting by TinyPicImage and video hosting by  TinyPic
Image  and video hosting by TinyPicImage and video hosting by  TinyPic
Image  and video hosting by TinyPicImage and video hosting by  TinyPic
Image  and video hosting by TinyPicImage and video hosting by  TinyPic

Sabe-se que Herchcovich é um minimalista, e por cada composição em tons que variam entre dourado, vinho e marrons, esse desfile ganhou nota 1000 no meu conceito.
Os chapéus coco são clássicos irrevogáveis e as texturas e estampas das peças tornam não só ousado, mas requintado o guarga-roupas masculino nessa aposta.

Temos aí também armações de óculos no estilo teashades que eu e Renah amamos (ganhei um de dia dos namorados! haha :]), e é ainda pouco usado mesmo por mulheres na atualidade [Salvo excessões como Mary Kate Olsen], mesmo tendo sido hit nos anos 60.

Os sapatos dourados também são de total arrojo e puts! como não falar dos terninhos que mesmo que chegassem ao Acre não poderiam ser usados por conta do calor? :(
Enfim... Quase totalmente na coloquialidade mas sem pudor, eu pude expressar o quanto Herchcovich me convenceu! Sim, querido. Você tem fãns no Acre... haha


Love is in the air and hearts are on the ground!


Image and video hosting by TinyPic

É lógico que uma portadora de escoliose como eu, adoraria passear por aí com a versão bandage
das sandálias do DSquared2, com saltos inspirados na coluna vertebral humana. Eles formam um ângulo que lembra a rotação da minha coluna, que para quem não sabe, tem um desviome fez perder mais de 10cm. [GOSHHHHH ;O] haha
O salto de baixo cintila e arrasa com esse acessório em formato de foice. Não tem como não ser fatal! [Give me godness!!] Encontrei um modelo similar no site Sapatonline.
Photos Via Jak&Jill

13 de jun de 2010

Assim a ELLUS me mata

A Ellus traz para o Verão 2011 cores e cortes super casuais e apropriados para a estação. Eu, que tenho pirado nas cores azul, bege e salmão, fiquei maravilhada com leveza do jens lavadão combinado com cores tão leves quanto, mas sem deixar de marcar presença. As peças masculinas foram o destaque e realmente demonstraram uma inspiração digna de aplausos, pois, nem sempre se consegue combinar tons tão femininos para formar looks que demonstrem conforto e masculinidade. 

Ao meu namorado, certamente não agradaria usar um terninho caqui com o chapéu de palha assim, até porque, ele não abre mão das peças pretas/brancas com variações em estampas.
Segundo o site Finíssimo, a inspiração para as peças vem do estilo havaiano e dos uniformes de marinheiros. Mas me lembrou muito a ultima moda dos lookbooks da vida, onde as garotinhas usavam roupas florais.

Também preciso falar que acho shorts de alfaiataria masculinos super dignos! Lógico que não cai bem em qualquer par de pernas gordinhas, mas são de fato, ousados para os padrões cotidianos. Talvez por isso eu adore. Enfim... Parece que estou romântica e leve hoje e resolvi sair, assim como a ELLUS, da idéia “dark-urbana" que vinha apresentando em suas últimas estações.

Image  and video hosting by TinyPicImage and video hosting by   TinyPicImage  and video hosting by  TinyPicImage and video hosting by  TinyPic


Dia dos Namorardys :]


Image and video hosting by TinyPic

Image and video hosting by  TinyPic

Image and video hosting  by TinyPic

Image  and video hosting by TinyPic

''Mas quando o Amor é sincero
ele vem com um grande amigo...'' (MilkShakespeare)

Planos, brechó, bazar, comida e compras, compras, muitas compras!!
Muah! Podíamos ser ricos ;/
Os dias passam rápido...


9 de jun de 2010

Ciao vintage! Ciao sartoria! Buongiorno!


Ainda nos anos 1930, uma mulher de calças podia ser presa por se passar por travesti. Mesmo nos anos 1950, embora as calças-toureiro bem justas fossem populares como roupa informal, seu uso não era considerado aceitável no trabalho ou em ocasiões mais formais. Em seu livro sobre o desenvolvimento da roupa moderna, Sex and Suits ( informal, seu uso não era considerado aceitável no trabalho ou em ocasiões mais formais.Sexo e as Roupas: a Evolução do Traje Moderno), Anne Hollander descreve a relação entre estilos de vestir masculino e feminino como essencialmente idealista: “As roupas masculinas e femininas ilustram como as pessoas desejam que sejam as relações entre os sexos”. 
Numa época em que os papéis dos sexos são impermeáveis, homens e mulheres se vestem de modo muito diferente. O cavalheiro vitoriano de sobrecasaca nunca seria confundido com sua mulher de cintura de vespa e sua saia em forma de sino. Entretanto, cem anos depois, quando o movimento de liberação da mulher estava alcançando um nível de massa crítico, o estilo unissex estava no auge e costureiros como Pierre Cardin e André Courrèges criavam ternos tanto para ele quanto para ela. Rudi Gernreich, sempre um incentivador da moda envelope, deu um passo à frente ao fazer com que modelos masculinos e femininos vestidos identicamente raspassem as cabeças.
A moda, como se sabe, é a mais volúvel das amantes. E como uma antiga admiradora da moda européia e da história dessa personagem sempre incidente, sinto frequente, a vontade de escrever em meus estudos autodidáticos sobre os movimentos de vanguarda que me tomam tempo e muito fascínio. A alfaiataria de YSL óbvia hoje em boulevards européios, já foi revolucionária a menos de 40 anos, e ainda que tão dispersa no mundo conterrâneo de Coco Chanel e Marc Jacobs, no Brasil (e afirmo mais precisamente, no Acre) a sedução do vintage que hoje é moda sem parecer réplica de vestimentas de época, é um abuso ao convencional “shorts e rasteira” que enchem sobremaneira o fluxo das ruas.
Eu sempre adorei vanguardas. E há poucos dias, cheguei a escrever sobre o quanto muitas vezes, tentando não considerar o lado patético da pluralidade relativa da vida, eu rio de situações em que me encontro agindo em contrariedade própria. É comum no ser humano fases de individualidade, auto-afirmação e tantas outras. Mais normal que isso, as multiplas faces e ideais que tomamos frente ao sentido das coisas. Eu já fui até poucos anos, uma crítica rigorosamente negativa sobre as produções em massa e as réplicas de estilo que transbordam pelas vitrines e logo estampam todo o mundo com a mesma “tendencinha”.
E hoje, após indagações multiplas e cesuras mil às “sainhas do momento” ou ao “melhor corte de cabelo para o verão”, vejo-me como uma ufanista de estilo, que fala sobre moda como se fosse uma paixonite, relacionando a tudo na vida, e contando sobre as inspirações que me dispõe.
Não sei bem se são compreensíveis as reflexões que faço a cada post, e sei que muitas vezes, seria mais facil abdicar dos textos e postar apenas fotos com referências de marcas das peças. Mas isso seria um abuso para a minha conduta, e mais do que já temo, estaria me tornando uma pessoa de caráter fútil, visto que não pretendo e nunca houve em mim, a intenção de usar algo porque está na moda. Somos influenciados pelo pensamento coletivo, certamente, mas acho que podemos fazer mais por nós, buscando auto-conhecimento, e um caráter estilístico próprio, seja homônimo ou não.
Para finalizar, tentando fugir do raciocínio piegas no qual adentrei, posso dizer sobre o vestuário do post de hoje, apenas que senti vontade de usar um pouco de alfaiataria. Algo a ver com o desejo de ancorar num porto minimamente inspirado por vibrações de peças antigas que encontrei no meu guarda-roupas. A camisa de golas e cor leve do meu pai, o macacão de veludo preto que comprei na ultima viagem à Bolívia, por R$14,0 e uma sandália de um verão passado qualquer.

Image and video hosting by  TinyPicImage and video hosting by   TinyPicImage and video hosting by    TinyPicImage and video hosting by TinyPicImage and video hosting by  TinyPicImage and video  hosting by TinyPic

8 de jun de 2010

A sua verdade pode mudar o mundo?

Resultado do Concurso "A sua verdade pode mudar o mundo?"

Image and video   hosting  by TinyPic

Depois de uma difícil seleção, chegamos ao resultado final da seleção da melhor frase do concurso. A vencedora é Helen de Almada, de São Paulo, capital. E sua frase foi a seguinte:


"A Iódice Denim leva para o Amazonas! Minha verdade é verde e amarela mas pode mudar o mundo todo, pois cuidando do Brasil, conservando as grandes riquezas naturais, o pulmão do mundo pode respirar e dar um novo fôlego para a conscientização e cuidado desse planeta que nos dá tanto e só pede respeito em troca!"

Riqueza de consciência sobre a localização global do Brasil e sua importância é de fato algo que pode mudar o mundo. E particularmente, eu acredito que se agirmos de forma mais humana, mudando primeiramente as cargas negativas de energias e sentimentos dentro de nós, já traremos mudanças magníficas para o convívio social e consequentemente para a natureza, pela energia positiva gerada em um ciclo espiral de equilíbro, respeito e compreensão.

Gostei da frase de Helen, porque faz-nos refletir sobre o quanto somos ingratos com a natureza que nos gera e sustenta. Ela não cobra impostos, não cobra aluguel, não exige sequer palavras para nos dar sempre o seu melhor. Suas plantas, suas riquezas imensuráveis e maravilhosas. Assim, por estarmos no "Pulmão do Mundo", como disse a Helen, devemos ter essa visão crítica e respeitar os limites do ambiente único no qual nos encontramos. Temos a possibilidade de mudar o mundo a partir de nós mesmos, de uma noção almática que ultrapassa o materialismo efêmero dos dias. Obrigada a IODICE DENIM e a todos os que participaram da promo.

Abaixo, fotos sacadas no domingo, enquanto o artista paulista/carioca Tiago Tosh, fazia uma intervenção no centro da cidade de Rio Branco, com seu trabalho ímpar.

Image  and video hosting by TinyPic
Seringueiro: Caminhos Abertos

5 de jun de 2010

FEATURES

Image  and video hosting by TinyPic
Ontem, 04/06, Nathália Ilovatte, repórter do iG Jovem, postou a entrevista sobre o LOOKBOOK que fez com várias garotas brasileiras, que possuem em comum uma conta no site homônimo e o gosto por fotos. Estou estampando o topo da primeira página do site, e me senti muito feliz por isso.
O post de hoje é de agradecimento também a Yara Vital, da coluna Estilosa do Jornal Pág 20 e a Vicky Klieber , que me mandou um e-mail e fez um post muito fofo com um desenho que fez de mim. A IT GIRL Hanna Beth também usou uma foto minha como inspiração no seu site. Uma fã que me avisou aqui pelo blog e fez um post sobre isso também.
Estou feliz realmente pelo carinho que tenho recebido pelo simples ato de postar fotos e falar sobre o minhas rotinas diárias aqui.
*Os links serão todos colocados ao lado, em "FEATURES".
Image  and video hosting by TinyPicImage and video hosting by  TinyPic
Image and video hosting by TinyPic
Image and video hosting by TinyPic
Ps: continuem participando da promoção no post abaixo. Logo estarei apresentando o vencedor/vencedora do concurso! :]

2 de jun de 2010

Tilo Wolf, be my boyfriend?!

Image and video hosting by TinyPic
Tillo Wolf é vocalista da banda Lacrimosa, é muito magro, estranho, lindo, excêntrico, usa óculos redondo, batom preto e é meu ídolo desde a sétima série...